PORTFOLIO < PLANEAMENTO ESTRATÉGICO < PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA HUÍLA
Plano de Desenvolvimento da Huíla

ELABORAÇÃO
2007 - 2008
CLIENTE
Governo da Província da Huíla (Angola)

ENQUADRAMENTO DO PLANO
A realização deste Plano decorre de um primeiro plano de desenvolvimento da província, de 1998, elaborado num contexto de maior instabilidade interna.
Este plano visou, deste modo, a actualização do anterior e uma abordagem mais abrangente e aprofundada à realidade da Huíla, com a definição de novas linhas orientadoras em função dos fortes índices de crescimento e do esforço de reconstrução nacional que já estava em curso.
A análise do sistema urbano da província evidenciou uma cobertura razoável do território provincial pelos aglomerados urbanos que, contudo, evidenciava um maior desenvolvi-
mento a Oeste, na capital de província (Lubango) e nos núcleos mais próximos onde convergem as principais ligações de transporte.
As reabilitações em curso das grandes infra-estruturas de transporte, que incluem
a reabilitação dos Caminhos de Ferro de Moçamedes e das principais estradas nacionais, fazem antever um desenvolvimento mais equilibrado da província.





As medidas apontadas no plano salientam a necessidade de contrariar o peso excessivo do Lubango na rede urbana, através da criação e fortalecimentos dos eixos de comuni-
cação Norte-Sul, que permitiriam destacar outros aglomerados como Caconda, Caluquembe, Cuvango, Matala e a Jamba, e um maior desenvolvimento do interior.

No que respeita ao património a Huíla apresenta um espólio muito relevante comparati-
vamente com outras províncias, que decorre de um processo de ocupação efectiva mais antigo, iniciado com maior expressão ainda no séc XIX. Apesar de uma maior representatividade do Lubango existem diversos elementos no restante território, destacando-se a Matala e as povoações ao longo do Canal da irrigação, a Caconda
e o representativo conjunto das missões católicas e as escolas técnicas e de investigação.



--
VOLTAR AO TOPO